O Natal é Sempre Que Um Homem Quiser!

O Natal é Sempre Que Um Homem Quiser!

Natal1

O Natal é sempre que um Homem quiser. Não achas que vale a pena pensar nisto?

Grande verdade bem expressa na letra deste poema de Ary dos Santos, musica Fernando Tordo e cantado por Paulo de Carvalho, que hoje voltei a ouvi-la e cada vez a acho mais verdadeira e actual.

Só nós podemos fazer com que isto aconteça todos os dias, começando por fazer a diferença na vida dos outros.


Tu que dormes a noite na calçada de relento
Numa cama de chuva com lençóis feitos de vento
Tu que tens o Natal da solidão, do sofrimento
És meu irmão amigo
És meu irmão

E tu que dormes só no pesadelo do ciúme
Numa cama de raiva com lençóis feitos de lume
E sofres o Natal da solidão sem um queixume
És meu irmão amigo
És meu irmão

baner do blog3

Natal é em Dezembro
Mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher

Tu que inventas ternura e brinquedos para dar
Tu que inventas bonecas e comboios de luar
E mentes ao teu filho por não os poderes comprar
És meu irmão amigo
És meu irmão

E tu que vês na montra a tua fome que eu não sei
Fatias de tristeza em cada alegre bolo-rei
Pões um sabor amargo em cada doce que eu comprei
És meu irmão amigo
És meu irmão

Natal é em Dezembro
Mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da Mulher

natal-todos-os-dias-20-72811

Dar, Receber e Partilhar, é uma forma de sentirmos que estamos vivos e a contribuir para um Mundo Melhor onde o Natal seja uma presença diária na vida de todos.

Vamos todos juntos fazer com que o Mundo seja um local onde todos possamos conviver em igualdade de oportunidades.

Até Breve

Milú e António

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: